CG

Todos Os Vídeos De Artigos do Siggraph 2015

Computational Illumination

Homogeneous Codes for Energy-Efficient Illumination and Imaging

Doppler Time-of-Flight Imaging

Geometry Field Trip

Stripe Patterns on Surfaces

Modeling, Controlling & Suturing Humans

Computational Bodybuilding: Anatomically-based Modeling of Human Bodies

Biomechanical Simulation and Control of Hands and Tendinous Systems

Realistic Biomechanical Simulation and Control of Human Swimming

Continue lendo

CG

Ferrari 458 Italia – Gran Turismo 5 e Forza 3

0,,21483969-FMM,00
570HP of Awesomeness

A Ferrari 458 Italia foi anunciada em 28 de Julho e estará nas futuras versões dos dois simuladores de corrida mais famosos da atualidade: Gran Turismo e Forza.

Que se dane as especificações da máquina, o que interessa aqui é o gráfico…

Então bora conferir o resultado em HD (então, por favor, veja em HD).

Gran Turismo 5:

Forza 3:

Fonte: http://www.worldcarfans.com/109092421975/ferrari-458-italia-videos-for-gran-turismo-5-and-forza

CG

As 10 Melhores Engines de Jogos

Minha ideia original para este post era falar sobre a EGO Engine, porém, como não achei quase nada sobre o assunto, resolvi pegar este artigo da IGN e falar um pouco sobre as 10 engines que eles elegeram como melhores da geração presente.

O que é uma engine (motor)? A wikipédia na nossa língua define como:

Motor de jogo (também conhecido pelo termo em inglês, game engine, ou simplesmente engine) é um programa de computador e/ou conjunto de bibliotecas, para simplificar e abstrair o desenvolvimento de jogos ou outras aplicações com gráficos em tempo real, para videogames e/ou computadores rodando sistemas operacionais.

e continua citando suas funcionalidades, onde o mais importante é, ao meu ver, a engine gráfica e a engine física. Não vou me aprofundar muito nesse assunto, acho que os outros membros da C2 seriam mais indicados.

A evolução dos jogos levou a um ponto onde é imprescindível a existência da engine para o desenvolvimento dos jogos.

Sem mais delongas vamos as 10 engines, postadas na ordem do artigo original, onde eu não sei se essa ordem quer dizer algo..

RAGE Engine

Jogos: Rockstar Presents Table Tennis, GTA IV + Episodes, Midnight Club: Los Angeles, Red Dead Redemption, L.A. Noire, Max Payne 3

GTA IV

Criada por um grupo dentro da Rockstar San Diego com contribuições da Rockstar North. É uma engine multi-plataforma que possui alguns componentes de terceiros. Um deles é o sistema de detecção de colisão de código aberto Bullet.

Vale ressaltar que por ser uma engine usada em GTA IV, podemos perceber seu poder de abrangência devido ao mundo em que GTA é ambientado. Temos a face “corrida”, “ação/tiro” e o detalhamento de toda a cidade, inclusive interiores de edifícios.

CryENGINE

Jogos: Far Cry, Crysis, Crysis Warhead, Crysis 2, Aion: Tower of Eternity

crysis

“Roda Crysis?” ¬¬

Produzida pela empresa Crytek, a  primeira versão da engine rendeu o jogo Far Cry, distribuido pela Ubisoft (e um RPG xing ling chinês). A segunda versão da engine nos trouxe um dos mais falados jogos de tiro em primeira pessoa da atualidade: Crysis. O jogo é ambientado numa floresta tropical que é bastante rica em detalhes, visualmente falando. O quão surpreendido não fica o jogado que quando dá um tiro numa arvoré ela quebra exatamente no ponto atingido e cai. Todo esse detalhamento, gráfico e interação física tem um preço: o jogo precisa de um hardware bem parrudo para rodá-lo suavemente e ainda hoje não é qualquer placa de vídeo que consegue boa performance.

A terceira versão da CryENGINE será multiplataforma e levará Crysis 2 também aos consoles.

Naughty Dog Game Engine

Jogos: Uncharted: Drake’s Fortune, Uncharted 2: Among Thieves

uncharted-2-among-thieves

A versão 2 da Naughty Dog Engine tem a missão de mostrar o poder do Playstation 3 no jogo Uncharted 2: Among Thieves. O jogo foi mostrado na E3 desse ano

The Dead Engine

Jogos: Dead Space, Dante’s Inferno

deadspace1

Unreal Engine

Jogos: Gears of War, Mass Effect, BioShock, Unreal Tournament, Deus Ex, GRAW, Red Steel, Borderlands, Brothers in Arms, Homefront, Mirror’s Edge, Singularity, Rainbow Six: Vegas, Priston Tale 2 e outros incontáveis.

Unreal_Engine_Comparison

Ta ai uma Sra. Engine. Desde a primeira vez que joguei Unreal Tournament 2003 eu vi que tinha algo de bom por trás daquilo. Ótimos gráficos e leveza são as principais características dessa série de engine que possui 3 versões.

Como diz nossa amiga wiki,

Tudo começou em 1998 com o jogo de tiro em primeira pessoa Unreal, depois a engine foi base de jogos como …[*lista de 3km*]…

Essa famosa imagem (acima) é ótima para mostrar a evolução da engine.

Avalanche Engine

Jogos: Just Cause, Just Cause 2, The Hunter

just-cause-2

Não tenho muita informação para falar dessa engine. O artigo da IGN diz que ela surpreendeu e que é bem flexível.

IW Engine

Jogos: Call of Duty 2, Call of Duty: Modern Warfare, Call of Duty: World at War, Quantum of Solace, Modern Warfare 2

thumb.php

Mais uma engine voltada para jogos em primeira pessoa. Nesse caso, o principal jogo que a utiliza é Call of Duty. O jogo e a engine são desenvolvidos pela Infinity Ward e a distribuição é feita pela Activision. Na verdade o primeiro jogo utilizou a engine Id Tech 3 do Quake III Arena.

O próximo da série a ser lançado, Modern Warfare 2, utilizará a versão 4.0 da engine. A Infinity Ward diz que a engine é capaz de gerar inimigos que surgem em diferentes pontos de forma contínua devido a nova IA utilizada que também proporciona uma que cada inimigo aja independentemente.

Anvil Engine

Jogos: Assassin’s Creed, Prince of Persia, Shaun White Snowboarding, Assassin’s Creed II

assassinscreed2

Criada em 2007 pela Ubisoft para Windows, Ps3 e Xbox 360. O primeiro jogo que a utilizou foi Assassins Creed, a primeira tacada da Ubisoft nos console da geração atual. No ano seguinte veio Prince of Persia. A engine foi incrementada para o desenvolvimento de Assassins Creed 2.

EGO Engine

Jogos: Colin McRae: DiRT, Race Driver: GRiD, Operation Flashpoint: Dragon Rising, Colin McRae DiRT 2, F1 2009, F1 2010

grid

Ai está a EGO Engine, única representante dessa lista que foi mais utilizada em jogos de corrida. A engine multiplataforma da Codemasters é uma evolução da Neon Engine, que foi utilizada em Colin McRae: Dirt. Houve ajuda da Sony no desenvolvimento dessa engine e também há uso da PhireEngine, engine gráfica da Sony que suporta Direct3D e OpenGL.

O motivo de querer falar sobre tal engine, como eu havia mencionado no início do post, é porque no momento o jogo que mais tenho jogado é Racer Driver: GRID. Um ótimo jogo de corrida, onde a engine mostra seu poder com detalhamento gráfico e leveza, mesmo com os famigerados efeitos de fumaça que costumam gerar lag (em homenagem ao sereba) slowdown. Outro caractéristica que merece destaque é o sistema de danos dos veículos.

A Codemasters adquiriu os direitos de produzir jogos de Fórmula 1 e ficamos com a promessa de bons jogos com a franquia utilizando a EGO Engine. Existe grande expectativa (pelo menos de minha parte), pois não se vê jogos licenciados para a categoria a um bom tempo.

F1 2009 sairá para PSP e Wii, F1 2010 sairá para Playstation 3, Xbox 360 e MS Windows.

Geo-Mod Engine

Jogo: Red Faction: Guerrilla

rfg

Produz excelentes efeitos de destruição de objetos.. e.. cansei..

C2 Engine

Jogos: Serial Baby Killer, Even or Odd World Championship ,…

A C2 engine obviamente está fora da lista das 10.  30 anos na frente das outras a C2 engine renderiza os gráficos utilizando Ray Tracing em tempo real (óbvio), a engine de física possui um módulo de física moderna, pois existe a necessidade de manipular o movimento de partículas com tamanho relativo a de átomos, não existe vazio entre objetos (ignorar o ar é um erro!) e todos os objetos são renderizados no mundo, independente da posição da camera. Tudo isso, claro, rodando numa leveza estrondosa que permite no mínimo 60fps até em pcs da Casas Bahia.